Um lindo dia responde 01 7


Olá pessoas queridas!

Antes de mais nada gostaria de desejar a todos os leitores e suas respectivas famílias, um super 2016, que esse novo ano inicie com muitas alegrias, realizações e conquistas, recheado com camadas triplas de saúde e paz.

Agradeço o carinho que recebi ao longo desses 10 meses de blog. 2015, ano em que consegui realizar um projeto que há anos estava nos planos. Superei minhas expectativas, espero que as suas em relação ao blog também tenham sido superadas, suas duvidas e curiosidades sanadas. Enfim, agradeço de coração por cada comentário, compartilhamento, curtida, visualização, pois sem esse apoio o blog  não se manteria vivo. 😉

E hoje, o artigo será diferente…

Tenho recebido vários e-mails e comentários com perguntas da vida aqui na Suíça, as vezes fico sem tempo pra responder todos, pois a correria do dia-a-dia anda crescendo muito, cada vez mais na verdade, hehehe. Agora já mais adaptados, fazendo sempre novos amigos e entendendo “um pouco” mais do idioma, minha vida anda numa agitação só. (delícia 😉 )

Então pra fechar com chave de ouro esse ano, selecionei algumas perguntas e abri um novo espaço no blog com a TAG : #umlindodiaresponde , assim quem sabe a dúvida de um é na verdade a de muitos e acabo não deixando o pessoal sem resposta ou esperando muito tempo. 

Pois bem,  estou vivendo na Suíça a pouco mais de um ano, moro com minha família (marido e filhos) no cantão de Aargau, parte Alemã. Poucos meses após nossa chegada iniciei com o blog, isso quer dizer que ele está crescendo junto comigo, e na medida do possível estou sempre escrevendo as novas experiências e descobertas.  Quem já acompanha o blog sabe que os primeiros meses foram pouco tensos, inverno, sem amigos, não sabíamos nem onde era o mercado mais próximo, sem falar o idioma ou seja sem comunicação, enfim, foi uma fase de adaptação que parecia ser eterna, mas como toda fase é passageira, graças a Deus comigo não foi diferente e finalmente PASSOU! Hoje, já encaro tudo com muito mais clareza, amadureci muito e posso dizer com toda certeza: SIM, eu sou feliz vivendo aqui! 😀

Nesse período já escrevi vários artigos que contam um pouco da minha vida, das experiências que tive e sobre a cultura do país.  Um dos mais populares que escrevi foi sobre as Vantagens e Desvantagens de morar fora do Brasil, clique aqui e leia o artigo completo. Como 80% dos leitores do blog são Brasileiros, nesse artigo conto um pouco da minha realidade na Suíça e já dá pra sanar algumas dúvidas do pessoal que esta pensando ou tem planos de morar no exterior. Fica a dica! 😉

Outro artigo que fala sobre a nossa adaptação no país dos Alpes e do chocolate é o Reeducação de vida, clique aqui para saber mais. Nele conto como estamos encarando tantas mudanças e como estamos nos inserindo na cultura Suíça.

O artigo Como vim parar na Suíça conta toda nossa trajetória até aqui. E o artigo Suíça quer conhecer! é um resumão sobre a Suíça, como funcionam algumas coisas e dicas sobre o país, principalmente para os turistas, os recém chegados e também para os que querem ou planejam vir morar aqui. (para ler os artigos basta clicar no título dos mesmos ou no “aqui” em azul. 😉 )

Outro fato importante sobre a Suíça é que ela recebeu o prêmio em 2015 do melhor país do mundo pra se viver e com o povo mais feliz também! Então a cada dia que passa tenho a certeza de estar no caminho certo, apesar dos obstáculos diários, esse país tem se mostrado acolhedor com uma estrutura incrível,  tem nos propiciado momentos únicos e mágicos.

Então vamos lá,

#umlindodiaresponde01: 

Vale lembrar que as respostas são conforme a minha experiência e mesmo aqui nesse cantão ou em outros, algumas regras podem variar, aqui cada cantão tem suas próprias leis, sempre embasada na lei federal, é claro. 

a primeira pergunta vem de Fortaleza,

  1. Quais as coisas que você mais gosta da Suíça? (Marina de Fortaleza, Brasil)umlindodia: O que mais gosto daqui são: Segurança, tranquilidade,  educação e as paisagens maravilhosas. Na verdade as paisagens são mesmo de tirar o fôlego, cada cantinho desse país tem cenários incríveis e como já escrevi em outros artigos pra onde quer que você viaje dentro da Suíça parece estar dentro de um quadro, é incrível.
    Suíça
    Suíça
  2. O que compensa mais em morar na Europa (Suíça) em relação ao Brasil? (Juliete de Curitiba, Brasil)

    umlindodia: 
    Praticamente a mesma resposta da primeira pergunta, compensa pela segurança que temos, também pelos salários claro, pois mesmo um trabalhador com “sub-empregos” vive muito bem aqui. A qualidade de vida é excelente, apesar da Suíça ser um país extremante caro (em tudo) se paga o preço, mas se vive muito bem. A educação é ótima, meus filhos iniciaram no jardim de infância em agosto desse ano e o desenvolvimento deles tem sido muito bom.
  3. Você aconselharia uma jovem recém formada na área de TI (Tecnologia da informação) em sair do Brasil e morar na Suíça? (Juliete de Curitiba, Brasil)

    umlindodia: Essa pergunta não tenho como responder sim ou não. Envolve muita coisa, mas o que posso lhe dizer é que algumas áreas são reconhecidas aqui. Sei que essa área em específico é aceita. Mas tem um processo de reconhecimento de diplomas que precisa ser feito. É indispensável o inglês fluente e o básico em pelo menos uma das 4 línguas oficiais da Suíça (Alemão, Francês, italiano ou Romanche) afinal vai depender de onde é a empresa que você está se candidatando. Mas lembrando que para morar aqui precisa de “permisso” e Brasileiros precisam ter contrato assinado com a empresa estando ainda no Brasil. Não aconselho ninguém a vir pra cá “a passeio” e sair por aí procurando emprego, pois se te pegam é deportação na hora e pra voltar um dia, ixxiii complicou tudo, isso é ilegal. O que você pode fazer é se informar no Consulado, pesquisar na internet e fazer cursos de línguas e se aperfeiçoar, muitooo.. Pois pelo que sei para se contratar um brasileiro ou qualquer outro cidadão do mundo que não seja Suíço terá de enfrentar várias etapas. Primeiro eles abrem vagas para a população Suíça, se ninguém se encaixar no perfil eles abrem para a população da União Européia e se ainda nenhum candidato preencher os requisitos exigidos, aí sim a vaga é aberta para o restante da população. É assim que funciona as regras por aqui. Não é fácil, mas nada impossível, conheço uma guria super batalhadora que conseguiu. Ela já mora aqui á alguns anos e tem um blog onde conta toda sua experiencia, o site é www.elaeamericana.net e seu nome é Liana Soares, vale a pena dar uma olhadinha no blog dela é show.
  4. Como é a vida ai? É fácil conseguir trabalho? E a língua? (Patricia de Balneario Piçarras, Brasil)umlindodia: A vida é boa, um pouco solitária e bem pacata. Dependendo de onde você mora não existe badalação, é o nosso caso. Moramos em uma cidade bem pequena, de campanha, nossa badalação aqui são os sons dos pássaros. Mas se mora nos grandes centros, existe sim agitação com tudo que tem direito.O povo Suíço não se mistura muito e tem uma cultura bem diferente da nossa. Moro aqui a um ano e a pouquíssimo tempo atrás fiz amizade com uma Suíça, hoje vou a casa dela e ela vem na minha, mas sempre com avisos prévios e com horas marcadas tanto pra chegada como para a saída. É o estilo de vida deles e estou bem adaptada a isso já. Com o passar do tempo acabamos adquirindo SIM um pouco da cultura deles, afinal o meu dia-a-dia agora é esse aqui.  Encaro  tudo isso como um constante crescimento e aprendizado. O respeito pelo outro é super marcante  e está presente até nas coisas mais simples.
    Sobre conseguir trabalho na Suíça, a regra é basicamente a mesma da resposta 3, tem que passar por várias etapas para conseguir um bom emprego, como em qualquer lugar do mundo. Mas por outro lado, empregos em supermercados, fabricas etc, são  os mais disputados pelos estrangeiros, pois, na sua grande maioria é exigido apenas a fluência na língua local. Mas para quem não tem residência aqui ainda, do mesmo jeito precisa estar contratado antes de chegar no país. Acredito que nesse site poderá sanar muitas dúvidas www.swissinfo.ch é só clicar no link.
    E sobre o idioma, estou no cantão Alemão. Não tinha nenhuma noção da língua antes de chegar, mas hoje já estou me comunicando, deveria ter feito um curso básico pelo menos no Brasil, antes de vir pra cá, pois aqui todos os cursos são particulares e caros, e no meu caso com o marido trabalhando o dia todo fica difícil fazer um curso intensivo de alemão, pois temos dois filhos pequenos, moramos em uma cidade pequena e fica um pouco difícil conciliar o horário (bem curto por sinal) do Jardim de infância deles com o curso que só tem em cidades maiores.
    Para os interessados, escreve no Google: Como conseguir trabalho na Suíça. Vai aparecer muitas e muitas dicas bacanas e saber por onde começar a atender as exigência das empresas Suíças. Em 2016 pretendo escrever o meu artigo sobre esse assunto, assim também poderei contribuir com algumas dicas. 😉
  5. Duas perguntas parecidas que vou responder uma vez só. 😉
    – Acompanho seu blog, mas eu estou curiosa com uma coisa, vejo seus pequenos com aquele colete laranja, tem relação a ser estrangeiro? (Francielly de Canoinhas, Brasil)
    – Mas me diz uma coisa, sozinhos ao Kindergarten? Como assim? (Ana Claudia de Garuva, Brasil)
    umlindodia: O colete laranja ou faixa refletora como eles chamam, é para chamar a atenção de todos, inclusive motoristas e ciclistas. Junto com a faixa recebemos um folheto explicando como usá-lo e quando. Os motoristas são extremamente educados, principalmente quando avistam uma criança com ele, alguns chegam a parar seus carros para a criança passar. Quem usa esse colete são as crianças que frequentam o Jardim de infância, de faixa etária entre 4, 5 e 6 anos, são os pequeninos mesmo, pois, desde muito cedo é ensinado a serem independentes. Ensinei a eles o trajeto de casa até o Jardim e vice-versa com o incentivo da escola, ou seja,  meus filhos vão e voltam da escola sozinhos. E quando estão com a faixa, todos tem ATENÇÃO quadruplicada, pois é a fase do aprendizado. Eles tem algumas aulas com a polícia, para saber se comportar no transito, sempre mediada pela escola. Depois de 2 anos no jardim de infância, as crianças iniciarão a primeira série e receberão um tipo de colete refletor.
    Suíça, Jardim de Infância
  6. Sobre alimentação, vocês fazem comidas tipicas brasileiras ou já aderiram a comida Suíça? (Marco Paulo do Rio de Janeiro, Brasil)

    umlindodia: Aqui em casa faço de tudo um pouco, tem muita comida brasileira e italiana, mas a Suíça está ganhando seu espaço também. Estou aprendendo aos poucos com minha amiga Suíça, a experiência está sendo bem bacana e aprovada pela família. 😉  Da culinária Suíça só tenho essas duas fotos, do “grittibänz”, é um pãozinho doce feito especialmente nos fins de ano e direcionado ao público jovem e infantil. Ele é decorado com nozes, amendoins, uvas passas ou qualquer outro tipo de semente que sua imaginação desejar. É uma delícia, meus filhos adoram fazer. A outra foto é de um prato bem tradicional que faço com frequência em casa: Purê de batatas (Kartoffelpüree) com salsicha (Wurst) e saladas mistas, na foto, tomate, com mozarela de búfalo, óleo de oliva e orégano.Pão Suíço, Prato Suíço
  7. Como está seu Alemão (idioma)? Os cursos são só particulares ou as prefeituras oferecem cursos gratuitos para emigrantes? ( Elizabete de Jaraguá do Sul, Brasil)

    umlindodia: Vou começar a responder essa pelos cursos. Cursos quase 100% particulares, existem alguns cursos gratuitos oferecidos pela igreja católica, mas são poucos, poucas vagas e em algumas cidades apenas. Os demais cursos são em escolas e institutos, são bem “carinhos”. O bacana pra nós foi que encontrei um curso onde poderia levar meus filhos. Ficava em uma cidade a 14 quilômetros de casa, uma aventura duas vezes por semana, durante 5 meses. Como não havia uma pessoa especifica para ficar atendendo deles no curso eu aprendi pouco, mas já foi um início. Meu nível de alemão ainda é baixo, mas consigo me comunicar. Hoje estudo em casa (quando os meninos estão no Jardim). Para o ano que vem (que é daqui a 1 dia) pretendo fazer um curso melhor, mas isso só depois que voltarmos das férias do Brasil.. ou seja só lá no meio do mês de março, rsrsrs.. enquanto isso vou tendo algumas aulinhas particulares com minha vizinha Suíça e aprendendo com o dia-a-dia. 😀
  8. Porque você escolheu a Suíça para viver? ( Otávia de São Paulo, Brasil)umlindodia: Acredito que foi a Suíça que nos escolheu, rsrsrs. Meu marido era jogador de futebol profissional e enviou um curriculum através de um amigo que mora aqui. O time então se interessou por ele e o contratou. Ele veio primeiro e depois da estabilidade financeira, meninos e eu viemos morar aqui.Suhr, Suíça
  9. Sente falta do sol, praia, litoral lindão aqui do Brasil?  (Vilk Casanova de Joinville, Brasil)umlindodia: Sinto falta sim, do sol principalmente. Estamos no inverno, essa estação é marcada pelas temperaturas baixas, neve, neblina e escuridão. Os dias amanhecem tarde e anoitecem muito cedo, o sol aparece lá de vez enquanto e pouquíssimas horas por dia. Aqui não tem praia, aproveitamos os lagos mesmo 😀 que por sinal são lindos.Luzerna
  10. Falou que nas maiores cidades tem festas, baladas, será que um sertanejo se criaria por ai? (Vilk Casanova de Joinville, Brasil)

    umlindodia: Ainda não conheço as baladas da Suíça, mas nas cidades maiores tem sertanejo sim, sempre organizada pelos emigrantes brasileiros. Aliás tem de tudo em Zurique, pelo que vejo nas redes sociais. A brasileirada que mora por lá organiza muitos eventos típicos do nosso país e isso tem atraído cada vez mais pessoas. A música brasileira também é tocada nas rádios,  Michel Teló e Luan Santana são bem famosinhos aqui.
    Se você tem alguma pergunta, ainda ficou na duvida ou tem alguma curiosidade sobre a Suíça ou a vida nesse país, deixe um comentário abaixo terei o maior prazer em lhe responder.

    Desejo a todos ótimas festas e para a grande massa Brasileira excelente férias. Em praticamente um mês seremos nós desfrutando de toda essa beleza chamada B R A S I L !  😀 ( ain, não vejo a hora!)

    Para compartilhar é só clicar nos links abaixo.

    Facebook,

    Twitter,

    Google +,

    Instagram.

    Blog da Suíça

    Agradeço sua visita! Um beijo grande e até a próxima. 😉

    Seu comentário aqui abaixo  Muito Obrigada! 😉


Sobre Kellyn Mazzucco

A Catarinense, Kellyn Mazzucco, mora atualmente na Suíça, já morou na Itália de 2008 a 2010. É Assistente Social, e pós graduada em Recursos Humanos, foi colunista social por 5 anos na sua cidade natal, Canoinhas-SC. Sua curiosidade, vontade de explorar e sua paixão por fotos agora dão vida ao Blog “Um lindo dia para Sorrir!”.


Gostou do artigo? Deixe um comentário!

7 pensamentos em “Um lindo dia responde 01

  • Mozara Schadeck

    Oi amiga! Muito bons seus artigos, adorei. Obrigada por dividir suas experiências com a gente. Estamos com muitas saudades, espero que possamos nos ver quando vc vier para as férias. Bjus pra todos😘😘😘😘

  • Kellyn Mazzucco Autor do post

    Obrigada nossa eterna profe Tânia querida… Sentimos muitas saudades e falamos sempre de todos vocês! Um ótimo 2016, que se inicie com muitas alegrias, saúde e paz! Beijos dos meninos e meu.

  • Kellyn Mazzucco Autor do post

    Oi Amiga! Obrigada Mô, é um grande prazer dividir tudo isso com vcs.. Também estou com muitas saudades. Ahhh vai dar sim, para os amigos a gente sempre tem tempo não é!? Beijos e um ano cheio de alegrias, saúde e paz.

  • Judite Artner dos Santos

    Ainnnn, minha amada! Lendo seus artigos me dá uma vontade de voltar aí! Que saudade de vocês e desses lugares maravilhosos! Estou aguardando ansiosa a visita de vocês em fevereiro! Pula, fevereiro! Que este ano seja muuuuuuuuito promissor pra vocês! Um beijo no coração de cada um de vocês! Amooooo! Saudades!

  • Kellyn Mazzucco Autor do post

    Obrigada mãezinha pelo apoio de sempre.. sem vocês não teríamos uma estrutura sólida e resistente aos desafios de todo dia! Amo vcs.. chega fevereiro! 😀

  • Aiare

    Gostei muito do artigo. Tenho admiração por este país. Gostaria de passar uns quinze dias, só para girar este país-que é pequeno- de trem, , ônibus etc.
    Tanto que já pesquisei sites de anúncios de brasileiros e portugueses que alugam quartos por temporada, porém pessoas recomendadas seria melhor, quando trocávamos emails e nos conheceriamos melhor. Por favor , tendo alguma dica a respeito….
    Aiare1713@gmail.com e rodri1713@hotmail.com
    Gratissima e a sua disposição aqui no Brasil , uma nordestina.
    Aiarê
    P.s. tenho cidadania italiana também.