O primeiro contato com a Escola! 8


Kindergarten Schweiz

E então chegou o PRIMEIRO grande dia! Dia em que nossos pequenos teriam o primeiro contato com o ambiente escolar, professoras e coleguinhas no jardim de infância (Kindergarten). O ano letivo inicia apenas em agosto, mas este primeiro encontro é sempre realizado antes das férias.

Os meninos receberam a primeira carta de suas vidas há algumas semanas atrás. Até estranhei quando abri a caixa do correio, mas alguns segundos depois já imaginei que poderia ser da escola. A carta continha uma apresentação linda, toda colorida, letras desenhadas à mão, provavelmente pelas futuras professoras e mais alguns desenhos feitos pelos coleguinhas que já estão no Kindergarten.

Kindergarten Schweiz

Tradução não oficial da carta: Queridos Bryan e Nycolas. Está chegando o grande dia!  Estamos lhes esperando no dia dezenove de junho de 2015, das dez às onze horas para brincarmos e cantarmos juntos. Mamãe e Papai estão cordialmente convidados. Estamos ansiosos para conhecê-los. Por favor, traga junto seu “Finken” (são os sapatos que usam dentro da sala). Os cumprimentos das professoras do Kindergarten.

Bom galerinha, todos sabem que meu alemão ainda não é nada bom. Se alguém fluente em Alemão e Alemão -Suíço estiver lendo este artigo e encontrar algum errinho na tradução, por favor se manifeste. 😀

São dois anos de jardim de infância e é o primeiro passo (obrigatório) que as crianças dão para o “mundo social e independente”.  À partir dos 4 anos de idade completados até o mês de maio do corrente ano, as crianças já podem frequentar. Como nossos filhos completaram 4 anos em agosto de 2014, entrarão no jardim somente no próximo ano letivo ou seja, em agosto de 2015.

E lá fomos nós! A escola fica a 300 metros de casa, mesmo neste curto espaço fui relembrando aos meninos algumas dicas que já havia explicando a eles ao longo da semana. A principal delas: desgrudar de mim! ( pecado…)

Mas não deu em nada… Chegamos na sala e nem o nome falaram para a professora, quem dirá bom dia ou um simples “Hallo!” (Olá!). Se enrolaram nas minhas pernas e só desgrudaram para que eu pudesse sentar. Com um no colo e o outro  me agarrando no lado, foi assim praticamente o tempo todo.  A acolhida foi com canções e algumas brincadeiras e os meninos nada de interagir até então. Depois elas passaram a contar uma historinha com fantoches, foi aí que eles se soltaram um pouquinho e acariciaram os bichinhos, mas sempre grudados em mim. À medida que as professoras iam repassando todas as informações sobre a escola eu observava e tentava montar um “google tradutor” na minha cabeça, algumas poucas palavras eu entendia, o resto era na base da dedução mesmo. Ain Senhor, Socorroooooo!!!

20150619_110016Recebemos uma tarefa: escrever o nome em um papel e decorá-los com papéis coloridos em volta. Neste momento os meninos começaram a se soltar aos poucos, à medida que iam completando a tarefa pude perceber que estavam felizes, contentes em estar ali. O Bryan observou cada cantinho da sala, vi meu filho encantado. (Ele é mais observador que o Nycolas) Já o Nycolas não via a hora de terminar a tarefa para poder brincar com alguns carrinhos que estavam no canto da sala. As duas professoras passavam de mesa em mesa para observar os trabalhinhos e quando chegaram a nossa, aproveitei a deixa, pedi desculpas e disse que não havia entendido nada das instruções. Ela então me perguntou se eu só falava o português, quando respondi que falava também o Italiano, ela automaticamente me retornou em Italiano dizendo que me explicaria tudo ao final da reunião. Nossa……….. que peso enorme saiu das minhas costas naquele momento. Finalmente eu entenderia como as coisas funcionariam a partir de agosto e não seria necessário solicitar um tradutor. (Se caso existe alguma família que necessite de tradutor, basta informar à escola que eles providenciam, bacana não é?!) Ufaaa, um ponto pra mim neste quesito, e pra professora né! rsrsrs

Kindergarten Schweiz

Novos coleguinhas, professores e pais na sala de aula.

Bem, terminada as atividades todos os pais saíram, eu fiquei e recebi todas as informações com êxito! 😀 😀 😀 😀

Uma menina linda, veio até mim toda tímida e me disse: Oi, eu também falo como você! Uma fofura! Ela é portuguesa e estará Jardim de Infância na Suíça na sala dos meninos. Junto dela vieram outros meninos gêmeos bivitelinos e grudaram em mim… a professora toda querida e pacienciosa ia traduzindo tudo o que eles diziam. Segundo ela, disseram que sou querida e bonita, passavam a mão nos meus cabelos, nos meus braços. Ai gente, eu me derreti e me emocionei, juro. Já me veio em mente todas aquelas fofuras de crianças, ex coleguinhas de classe dos meus filhos lá do Brasil no ano passado. Cada vez que eu chegava na escola eu era “atacada” de abraços e beijos melosos, deliciosos daquelas crianças. Que saudades… <3  Será que mamãe passou mel infantil em mim?? hahahaha.. Mas se passou ou então se eu cativo crianças à primeira vista, que assim seja, porque eu adoro! Senti-me acolhida por aqueles anjos, fiquei felizona da vida!

Depois de todos aqueles mimos, a professora me disse que eu poderia ir para casa e deixar os meninos até o final se quisesse. Expliquei a eles e nem acreditei quando aceitaram, numa boaaaa! 😮 Ficaram me dando “Tschuss!” da janela todos faceirinhos! Fui para a casa com o coração transbordando de felicidade e de orgulho.

No caminho me passou um retrospecto na cabeça, de como foram difíceis e dolorosos “pra mim” os primeiros meses de escola no Brasil. Eles são muito apegados a mim, demorou um pouco a adaptação deles lá. Mas em nossas vidas, sempre tivemos anjos vestidos de gente, todas, com muita paciência e amor cativaram os gêmeos e a mamãe babona aqui e serão lembradas com muito carinho por nós.

Kindergarten Schweiz

Meninos já usando o Triângulo Refletor, Triki em Alemão. Uso obrigatório para ir e voltar da escola.

Agora como já estão maiores e compreendem melhor que a escola é também um lugar agradável, espero que quando as aulas iniciarem eles se adaptem com mais facilidade. Não vou negar que estou um pouco receosa, afinal além de ser uma nova escola, novos amigos e professores, o idioma ainda é uma grande barreira que terão de enfrentar. Mas, pensamento positivo sempre, fé em Deus, pois sem dúvidas será uma experiência ímpar nas nossas vidas a partir de agosto. E muitas histórias para contar! 😀

Kindergarten Schweiz

Vista do lado de fora da sala do Kindergarten

Kindergarten Schweiz


Sobre Kellyn Mazzucco

A Catarinense, Kellyn Mazzucco, mora atualmente na Suíça, já morou na Itália de 2008 a 2010. É Assistente Social, e pós graduada em Recursos Humanos, foi colunista social por 5 anos na sua cidade natal, Canoinhas-SC. Sua curiosidade, vontade de explorar e sua paixão por fotos agora dão vida ao Blog "Um lindo dia para Sorrir!".


Gostou do artigo? Deixe um comentário!

8 pensamentos em “O primeiro contato com a Escola!

  • Patricia Leitholdt

    me emocionei Kellyn , com certeza eles vão se acostumar sim , pois com pessoas tão acolhedoras assim é tudo mais fácil !!!! e que escola linda ..aconchegante!!! bjssss

  • Heron Teixeira

    Que linda a foto dos dois kellyn, me emocionei com a história também , *_* muita felicidades a vocês.

  • Judite Artner dos Santos

    Muito emocionante essa história, filha! Eles vão se dar muito bem aí, você vai ver! Desejo todo o sucesso pra vocês. Beijão no coração.

  • Siomara

    Oi Linda… Só pra constar que chorei lendo teu artigo…Desejo o melhor pra vc e sua familia e que Deus esteja sempre cuidando e protegendo vcs.. Um beijooooo grande

  • dany nobre

    Ola… acabei de achar seu blog na net. Tbm sou brasileira, casada com um portugues, estou vendo a minha vida na sua…rsrs… meu marido veio ha 3 anos trabalhar na suiça, eu acabei de chegar, tem apenas 30 dias…. tbm tenho um menino de 4 anos, e como só chegamos recentemente ainda nao estou a par de nada da escola, só saberei maiores detalhes no fim desta semana. Acho que a lingua vai ser a grande barreira pra mim, pq não falo outra lingua, mas penso que foi a melhor decisao para o futuro dos nossos filhos. boa sorte pra nos!

  • Kellyn Mazzucco Autor do post

    Olá Dany, tudo bem? Seja muito bem-vinda a bela Suíça! Que ótimo, você vai adorar este país. E sim, eu concordo com você foi a melhor escolha que fizemos. Não posso dizer que tudo são flores, pois é tudo novo pra gente e as dificuldades irão surgindo ao longo do caminho. A única coisa que posso te dizer é que: Não desista, foque em seu objetivo, meu filhos estão na primeira semana de aula ainda, mas estão adorando, aprenda com as dificuldades e com os erros e viva intensamente essa grande oportunidade. Pois se Deus abriu esta porta pra gente é porque temos uma missão por aqui, temos que fazer dela a mais bela e confortável possível. Bem, é assim que eu penso. rsrs Temos que manter contato. Onde vocês estão morando? Super boa sorte a vocês, que Deus os abençoe.

  • Fabiana

    Obrigada por compartilhar!
    Estou prestes a passar pelas mesmas experiencias que as suas e já estava sofrendo bastante com essa parte da escola para meus filhos.
    Qual cidade você mora?

    Fabiana Macêdo