Como vivem os Suíços? Relatos de uma Brasileira na Suíça. 4


Sempre tive curiosidade de saber como realmente é o dia-a-dia de um Suíço, como eles vivem, o que comem, etc. Curiosa pra caramba heim! 😀

Já li muitos artigos, vi muitos vídeos de blogueiros e youtubers relatando quanto e como é difícil fazer amizade com um Suíço. Olha, realmente pra toda teoria existe uma regra, mas também toda regra tem sua exceção, não é assim?

Sobre minha experiência não tem nada de regra, mais tem exceções, rsrsr. Quem me conhece sabe que sou uma pessoa EXTREMAMENTE FALANTE (DEMAIS DA CONTA), sorrio pra tudo e se tenho uma qualidade marcante é ser atenciosa. Não estou me achando, me vangloriando, longe disso, é pra vocês entenderem um pouco do que pretendo passar nesse artigo, principalmente para os leitores que não me conhecem pessoalmente, é necessário descrever como sou. Sim, tenho zilhões de defeitos, sou um pessoa “normal” como você que esta aqui lendo esse artigo, cheia de “imperfeições” mas com características únicas, que em diversas situações me trazem conquistas, coisas ou pessoas importantes pra a minha vida. E é exatamente nesse ponto que eu queria chegar. A amizade. Eu como uma boa brasileira, assim que conheço alguém já vou contando minha história e perguntando da vida da pessoa. Gente, sou assim. Sempre fui assim, isso não significa que todo mundo é meu amigo, mas isso sempre me ajudou e tem me ajudado a conquistar novos amigos. Eu sei que não é assim pra todo mundo, certo? Mas comigo tem sido assim, desde quando morava lá na Itália, fiz tantos amigos italianos e tenho contato até hoje, os considero pra caramba. Aqui na Suíça, não tem sido diferente não. Se comparar com a Itália, as amizades Suíças andam a passos lentos, pois eles são um povo extremamente reservado e posso dizer “não generalizando” claro, mas de poucos amigos. As amizades que tenho feito, tem sido importantes para o meu desenvolvimento e adaptação no país. Com o tempo você vai se sentindo mais a vontade e as coisas acontecem mais naturalmente, a confiança vai aumentando…

Amigos Suíços

Um doce de pessoa, ela tem sido muito importante na minha vida.

… Dias atrás conversando com minha amiga-vizinha Suíça, relatei da minha curiosidade e iniciei um questionário sobre como era o seu cotidiano. 😉 De tudo que ela foi me relatando o que mais me chamou a atenção foi:

  • Não gostam de falar em Hoch Deutsch (o alemão clássico), já na lata perguntei o motivo. Ela não soube me responder ao certo o porquê, mas disse que ouvia muito sua avó dizendo que falando em Alemão clássico lembravam da era Hitler. Bom, na Suíça cada região tem seu dialéto,  na escola, nos cursinhos aprendemos o Hoch Deutsch, se já é difícil aprender o Alemão puro imagina então os dialetos?!! 😮 Alguns Suíços, como ela e mais alguns vizinhos aqui por perto sempre muito gentis falam comigo em Hoch Deutsch, mas principalmente os mais velhos, não são tão flexíveis assim não. Como o dono do prédio que moro por exemplo, é um baita sufoco quando ele aparece por aqui. Ele é uma pessoa mais de idade, já sabemos como são, acredito que em qualquer lugar desse mundo os idosos tem seus costumes e manias, e não irão mudar.
  • Mas por outro lado já percebi que eles apreciam  muito quando nós estrangeiros nos esforçamos para falar Alemão. Eles nos motivam, sempre tem uma frase preparada para nos incentivar. Meu alemão ainda “fa schifo” (é uma m…) como se diz em italiano, rsrsrsr (dura realidade) muitas vezes me sinto falando o alemão como um índio, ex: “mim  fazer isso hoje”, “nós ir para casa”, ou frases e frases que deveriam estar no passado, falo tudo no presente e faço gestos para demonstrar que estou falando no passado, isso os ajuda a compreender melhor a frase…. é pra rir! Mas mesmo assim eles me elogiam. “Nossa, você está falando bem!” , “Em um ano já está falando tão bem assim.” hahahahah gente é cômico… mas é bem isso que ouço deles. Percebo que não existe falsidade ou ironia da parte deles, falam para me incentivar mesmo, para que eu não desista. Acho isso bacana e cortês demais da parte dos Suíços. 😉
  • Eles trocam uma refeição tranquilamente por um sanduíche ou uma torta (salgada), lógico que isso para os que tem uma vida mais agitada, claro.
  • Consomem muita batata, pão e queijo. Segundo minha vizinha o pão está presente em praticamente todas as refeições, e também em ocasiões especiais, como casamentos, aniversários e jantares especiais. Realmente já havia percebido a variedade de pães nas padarias, no início eu ficava super confusa, mas agora já tenho minhas preferências. Ah, sem contar que os pães mais vendidos são os integrais e com muitos grãos. 😀
  • Adoram fazer um Grill no verão, onde quer que você vá tem um grupinho reunido em volta de uma churrasqueira portátil. E adivinhem qual é a especialidade de “carne” mais consumida por eles? Tchan, tchararam……..Acertou! As salsichas! “Wurst” ou ” Würstchen” no plural. As grelhadas entre amigos e familiares na sua grande maioria acompanham espetinhos de tomates, pimentões, milho e batatas, assim mesmo, colocam tudo pra assar e a refeição está completa, seguida sempre de uma saladinha e pão pra completar. Vamos ser francos, que é um costume bem diferente do nosso, vocês não acham? Nunca vi na minha família fazerem espetinhos como esses, as salsichas pra nós é somente a entrada, certo?! 
  • Acompanhado das grelhadas entre amigos e familiares vem os piqueniques e as atividades ao ar livre, eles adoram. No verão as piscinas e os parques são lotados, isso em qualquer dia da semana.No inverno o cenário muda completamente, mas mesmo assim as vezes eles saem de casa para caminhadas.
  • Suíço que é Suíço bebe água da torneira. Eles são extremamente orgulhos dos seus alpes e dizem que em função deles a água é mais pura. Tá aí uma coisa que ainda não me habituei, acho a água um pouco pesada e também tem o lance do calcário, isso significa que ela é rica em cálcio e magnésio. Olha esse assunto da água dá muito pano pra manga, e pretendo muito em breve escrever um artigo sobre isso.
  • Planejam muito, mais muito mesmo e sempre com muita antecedência. E quando tomam uma decisão dificilmente voltam atrás.
  • Vivem ligados no 220v quando o assunto é previsão do tempo. Como fazem muitos planos a previsão meteorológica é fundamental na vida deles. Um exemplo que aconteceu comigo no verão, minha vizinha Croata que é cidadã Suíça, (ela veio pra cá com 10 anos e hoje é casada com um Suíço), havia me convidado para ir com eles a piscina, mas ela me convidou umas duas semana antes, pois segundo as previsões, nas próximas semanas faria muito calor. Realmente fez muito calor, com o passar do tempo fui percebendo que praticamente todos seguem esse costume.
    Amigos na Suíça

    Essa é minha amiga Croata-Suíça, sempre muito gentil e carinhosa comigo. <3

  • Valorizam a independência das crianças. Gente isso é coisa séria, já escrevi em outros artigos que meus filhos vão pra escola sozinhos. E também desde que cheguei aqui fui sendo avisada por todos a ensinar meus filhos a fazerem várias coisas sozinhos, como se vestir, tomar banho, preparar seus pães, manusear facas, etc, etc, etc…. quando tivemos a primeira reunião na escola, a professora já foi logo repassando que todos teriam que se vestir sozinhos e serem responsáveis por suas coias.
  • São super orgulhos dos seus produtos e consequentemente da qualidade deles, como, Leite, queijos, chocolates e seu famoso e delicioso refrigerante a base de leite, muitos preferem pagar mais caro mas consumir os produtos regionais.
  • Povo extremamente gentil e educado. Sempre te cumprimentam com um “Grüezi”, uma saudação particularmente Suíça-Alemã. Em lojas, supermercados, até mesmo nas ruas você é recebido com  um cumprimento, mesmo sem conhecer a pessoa. Os funcionários do comércio em geral sempre te desejam um bom dia, um ótimo final de semana. E quando desejam lhe pedir algo o “bitte” ou “por favor”  é indispensável. Dificilmente você verá grosserias partindo de um Suíço, lógico que existem exceções, mas eu ainda não presenciei.
  • Para quem usa transporte público como eu aqui na Suíça, também já deve ter notado que eles tem uma mania de deixar as bolsas ou sacolas no assento vago ao lado. As pessoas que tem intenção de sentar tem que pedir licença para eles “se tocarem” pois já percebi que é normal.
  • São extremamente formais e reservados. Intimidades somente com famílias e amigos próximos, não são como nós brasileiros que tem suas vidas escancaradas ( tá aí eu como exemplo 😉 blog, e tantas redes sociais contando minha vida pro mundo 😉 Não são de se meter na vida de ninguém, é cada um no seu quadrado mesmo. E também mesmo eu ainda sendo “jovem” (tá bom né!) eles me tratam como Senhora 🙁 me senti velha! Mas é assim mesmo, é Frau Mazzucco pra todo lado, na escola dos meninos, o dono do prédio só me chama assim e alguns vizinhos fazem o mesmo. Isso é sinal de respeito. Meus filhos também já aderiram a cordialidade.. o termo “du” ou “você” somente entre eles e os coleguinhas da escola.
  • São pontuais, existem também as exceções, mas a grande maioria ou quase todos seguem a risca o quesito, pontualidade. Atrasos aqui é considerado uma tremenda falta de respeito.
  • Só vão a sua casa se forem convidados e você também só vai a casa deles se receber um convite. Não tem essa de bater a porta a qualquer horário do dia ou da noite pra fazer uma visita inesperada, affffeee acho que seria uma baita gafe! E no mais, são alegres, divertidos, tens seus relacionamentos complicados, discutem, choram, mas sempre com um certo tom de moderação, Acho que essa é uma palavra que no geral descreve bem essa cultura. O Suíço é um povo moderado. (meu ponto de vista);)
    O tempo vai passando e não tem jeito, vamos absorvendo muito com a conivência. Essas duas pessoinhas ai abaixo tem sido realmente duas amigas do coração. É simplesmente maravilhoso poder contar com elas, assim não me sinto tão fora da casinha, hehehehe…
    Amigos Suíços
    Esperam que tenham gostado do texto e que eu tenha conseguido matar a curiosidade de vocês! A minha eu sanei! 😉 Ainda ficou alguma dúvida sobre os Suíços? deixe um comentário no final do artigo que terei o maior prazer em responder! 

    Facebook,

    Twitter,

    Google +,

    Instagram.

    Blog da Suíça

    Agradeço sua visita! Um beijo grande e até a próxima. 😉

    Seu comentário aqui abaixo  Muito Obrigada! 😉


Sobre Kellyn Mazzucco

A Catarinense, Kellyn Mazzucco, mora atualmente na Suíça, já morou na Itália de 2008 a 2010. É Assistente Social, e pós graduada em Recursos Humanos, foi colunista social por 5 anos na sua cidade natal, Canoinhas-SC. Sua curiosidade, vontade de explorar e sua paixão por fotos agora dão vida ao Blog "Um lindo dia para Sorrir!".


Gostou do artigo? Deixe um comentário!

4 pensamentos em “Como vivem os Suíços? Relatos de uma Brasileira na Suíça.